Mercado de loteamento pode crescer muito ainda.

Em 2018, a Fundação João Pinheiro, do governo de Minas Gerais, publicou um estudo sobre o déficit habitacional no Brasil, utilizando dados de 2015, sem considerar a recessão econômica que se estendeu para 2016. Entre 2007 e 2015, a média do déficit habitacional relativo (ou seja, a proporção em relação aos domicílios) no Brasil foi de 9,6%.

De acordo com o empresário Eduardo Machado Silva Filho, CEO da Lança Brasil Empreendimentos, apesar de todo o investimento que temos no mercado imobiliário, ele ainda não é capaz de suprir a demanda existente. Por esse motivo, Eduardo acredita que o setor imobiliário e principalmente o mercado de loteamento tem muito a crescer. “O brasileiro tem uma cultura ainda muito forte que é a moradia em casas, e isso implica em todas as regiões do país, por isso eu acredito que o potencial de crescimento do mercado de loteamento é ainda muito expressivo.”, afirma o empresário.

(Visited 39 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *